Uma imagem pode valer mais que 1111101000 palavras, mas definitivamente um comando vale mais que 10011100010000 janelas pomposas de interface gráfica. O nome de boa parte dos programas soa como um klingon raivoso, mas, de repente, se você utilizar o combo adequado de comandos, você pode tanto encontrar strings em arquivos de determinado diretório quanto derrubar a WLAN de todos seus amiguinhos e se tornar o rei da rua. As possibilidades são infinitas e maiores do que se limitar a um ambiente puramente gráfico (WINDOWS! WINDOWS!).

Se você usa Linux ou sabores, já deve ter notado que, assim como o Google, o sistema todo é dotado de um senso de humor que segmenta (pois “quebrar” agora é verbo obsoleto) a frieza intrínseca e característica dos programadores e outros da área de Exatas. Entenda também como inaptidão social, se preferir. Portanto, existem comandos no Linux que são agressivamente estúpidos, mas muito interessantes e poderiam até ser qualificados como easter eggs, ou seja, manifestações inesperadas do lado sociável do programador em seu programa.

Eis uma lista de comandos supimpas que você pode testar e se divertir no Linux. Caso você conheça mais algum truque sujo para executar no terminal, não deixe de dizê-lo na caixa de comentários lá embaixo. Quero ver se os programadores de Windows têm tamanho senso de humor.

apt-get moo
Heh.

espeak -v pt "brincando com o sintetizador de voz"
Tente fazer isso no seu Ubuntu, é coisa linda de Deus.

factor X
X pode ser qualquer número, o comando retornará os fatores primos de X. Puta que pariu, excelente!

telnet towel.blinkenlights.nl
Não um comando per se, mas merece menção honrosa. Assista ao episódio 4 de Star Wars. Em ASCII. Malditos desocupados.

sudo apt-get install cowsay
cowsay Sua Mensagem Aqui

Só vendo pra crer.

cowsay -f head-in.cow ouch
Uma variação do último comando.

ddate
Exibe a data atual, mas no calendário discordiano. Este post, por exemplo, foi criado no dia Espinho-espinho, 59 de Caos de 3175.

cat /dev/random > /dev/dsp
Gera ruído branco, mas você não vai gostar.

rm -rf /var/cache/apt/archives/*.deb
Não é inútil nem de longe, mas vale a pena você conhecer. Precisando de espaço urgente no seu disco rígido? Acabe com os arquivos de cache gravados pelo aptitude. Eles são armazenados em caso de você desinstalar um programa, mudar de idéia e instalá-lo outra vez.

Pressione ALT + F2 e digite free the fish
Funciona só dentro do GNOME.

Se você estiver interessado em alguns comandos mais pertinentes, como para listar informações importantes sobre seu hardware, visite o blog Tecnologia e Educação.